Desafio Excel Jogo no facebook – 3 minutos

Para jogar no Facebook, clique na imagem do jogo, acima, ou acesse minha página:

https://www.facebook.com/prof.victorsantanna

Se quiser baixar um app para Android na Google Play, tente o seguinte link:

https://play.google.com/store/apps/details?id=com.naotemnome.tresminutos

Se quiser um teste na Internet da própria Microsoft especificamente sobre Excel (embora voltado a versão 2010), tente este link:

http://office.microsoft.com/pt-br/excel-help/conheca-o-excel-2010-crie-formulas-RZ101862712.aspx?section=8

Testes são uma boa maneira de exercitar o aprendizado!

Idosos e internet: um ponto de partida

Um ponto de partida para as antigas gerações

Como já foi dito em um dos artigos anteriores “Internet: uma vida num alcance!”, os proveitos que a internet nos proporciona são imensos. Contudo, uma pequena parte da população não soube se adaptar bem às novas tecnologias, e não só ficou para trás em termos de aprendizado, mas se distanciou do mundo, ficando excluída socialmente. E qual é esta parcela de pessoas? Os nossos avôs e avós.

Por que os idosos devem utilizar a internet?

A terceira geração é um público que somente agora, depois de 25 anos do advento da internet, vem ganhando seu espaço. E com justa causa. Para os idosos, os benefícios provenientes da uso da internet são vários, como manutenção da saúde mental, estímulo das comunicações pessoais e diminuição da exclusão social e isolamento.

Além disso, a internet é um mundo de novas possibilidades. Por meio dela, os idosos podem:

  • Manterem-se atualizados, buscando as últimas notícias sobre os acontecimentos ao redor do mundo.
  • Conhecer novas pessoas, e conversar com os já conhecidos e parentes por meio de salas de bate-papo e Skype.
  • Buscar novas receitas culinárias.
  • Jogar jogos virtuais e assistir aos seriados como forma de entretenimento.
  • Inclusive, podem namorar! Afinal, ninguém é velho demais para viver.

Todos estes fatores atuam no desenvolvimento pessoal de cada um deles, aumentando a autoestima e proporcionando bem-estar para os anciões.

Dicas de aprendizado

Apesar das diversas vantagens, um grande e aparente problema é a acessibilidade. Muitos idosos ainda não sabem como utilizar um computador, e se tornam frustrados e desmotivados a continuar tentando. Isso definitivamente não pode acontecer. Aqui vão algumas dicas para ajudar você, vovô ou vovó, ou vocês, filhos e netos, que querem tornar a velhice de seus avós muito mais proveitosa:

  1. Cursos de computação são ótimas alternativas para ajuda-los a desenvolver no ramo virtual.
  2. É essencial não ter medo de cometer erros, e, sempre que tiver alguma dúvida, esclarecê-la. Não fique aprisionado a estereótipos e orgulho.
  3. É possível também que queira aprender por conta própria, e isso é ótimo, desde que não fique nervoso (a). Tente, procure, ache, brinque, mesmo que ocorram erros com a máquina. É só ter calma e paciência.
  4. Criar perfis em redes sociais e contas de e-mail são excelentes maneiras de começar a se enturmar. Além disso, você pode aprender ainda mais sobre informática se comunicando pela internet, pesquisando em blogs e sites como o xek.me. Fica a dica!

Quando o intuito é aprender a todo o custo, dá-se um jeito. E não há nada melhor que a internet para ensinar. Internet, um grande professor (talvez esse devesse ser o título!). Afinal conhecimento sem entretenimento é furada!

 

Imagens do banco de dados do freeimages.com

Links:

  • http://www.freeimages.com/photo/1207153

Internet: uma vida num alcance!

http://www.legendswebdesign.com

Há apenas 25 anos, a população entrou em um novo estado de euforia. Apesar do desenvolvimento gradual, a internet entrou no coração mundial para ficar. No início, era simples. Você ouvia às rádios do mundo todo, lia as notícias de primeira mão, antes mesmo de passarem no jornal da noite, e participava de bate-papos virtuais. O que começou com um pequeno círculo de atividades transformou-se em uma imensa rede de comunicação, a qual nos tornamos totalmente dependentes.

O advento da internet propiciou “cachoeiras” de novas experiências. O que você busca, você acha. São receitas, músicas, filmes, livros e muito mais. É possível aprender novas línguas, conhecer novas pessoas, observar as mais lindas paisagens do fim do mundo. Coisas que você não faria não fosse a internet. Não é à toa que somos conhecidos com a “Era da Informação”.Internet - uma vida num alcance! 1

Antigamente, você só tinha à sua cidade. Para realizar trabalhos de escola, ou pesquisas científicas, deveria ir a Biblioteca Municipal. Como diversão, crianças jogavam amarelinha, bola-de-gude, peão, cinco-marias, etc. Televisão era a febre da época, e famílias se reuniam para assistir às novelas e telejornais. Seu mundo era sua cidade. Hoje, seu mundo é simplesmente todo o mundo.

O conhecimento é raro, pois o aprofundamento se perdeu. As informações são jogadas ao vento da internet. Por exemplo: se pesquisar uma receita, como panettone (Hum! Delícias de Natal), você encontrará milhares. Como saber qual é a melhor? Qual vai dar certo? Qual tem uma origem confiável? Impossível. Isso, para qualquer tipo de informação. A mesma pesquisa tem fontes diferentes, e consequentemente, informações diferentes. É difícil filtrar as relevantes das inúteis.

Mas isso, é apenas um preço mínimo a se pagar. Imagine quantas músicas você deixaria de ouvir, quantos países deixaria de conhecer, quantos livros deixaria de ler. São inimagináveis a quantidade de opções que a internet nos oferece.

Contudo, é preciso moderação. Tudo em excesso traz um mal ao organismo, e o mesmo ocorre com a overdose de internet. As pessoas se privam da “vida real” e deixam para trás as comunicações extra virtuais, como um abraço, aquele sorriso ou um beijo caloroso! A vida é só uma, e devemos aproveitá-la ao máximo.

 

Imagens do banco de dados do freeimages.com

Links:

  • http://www.freeimages.com/photo/1402247
  • http://www.freeimages.com/photo/1290864

As 5 redes sociais mais úteis

As 5 redes sociais mais úteis

O mundo é movido por comunicação. Eu converso para comprar pão, para alugar um imóvel, para ganhar meu sustento. Eu dialogo com crianças, jovens e adultos. E hoje, com a internet, comunico-me com pessoas de todo o mundo. A solidão não existe. O mundo está conectado. E isso, graças às redes sociais.

As redes sociais são o novo vício mundial. Podemos citar as mais famosas, como Facebook, Instagram e Twitter. São lugares virtuais nos quais você escreve o seu perfil e adiciona aos seus contatos aqueles amigos distantes. É possível também conhecer novas pessoas, participar de grupos e expressar os seus sentimentos. Contudo, nem todas têm uma utilidade aparente. Neste sentido, selecionamos uma pequena lista de redes sociais diferenciadas, que oferecem um “algo a mais” para a sua vida. São elas:

1-   Skoob – É uma rede social para amantes de livros. É como uma biblioteca, só que virtual. Lá, você adiciona à sua “estante” os livros que já leu, está lendo ou irá ler. Pode também criar resenhas de livros e até debates. Há grupos, nos quais você encontra pessoas que já leram o mesmo livro, ou mesmo os famosos “spoilers” (os malditos fofoqueiros que revelam o final do livro que você está lendo!).

2-   Orangotag – Para aficionados por séries de televisão, essa é a rede social do momento. Por meio dela, você fica por dentro das novidades das suas séries favoritas, fica sabendo quando um novo episódio irá ao ar e pode também cadastrar todas as séries e episódios já assistidos.

3-   Youtube – Com milhões de usuários, é uma ferramenta (e tanto!) no compartilhamento de vídeos. Você pode criar seu próprio canal e postar seus vídeos, que podem até se tornar virais! Além disso, conhece vários outros, aderindo a uma rede imensa de informação. São vários canais com os mais diversos temas, como música, cinema, curiosidades, tutoriais, comédia, etc.

4-   Linkedin – Focado no ambiente profissional, é uma rede social para comunicar-se com possíveis empregadores, empregados, parceiros ou clientes. Você cria seu perfil e adiciona várias pessoas potenciais às suas conexões. Há vários grupos, nos quais você pode até oferecer seu serviço e conseguir emprego. É como se fosse um currículo virtual compartilhado.

5-   Livemocha – Fazer aula de idiomas nunca foi mais fácil. Chega daquelas duas horas por semana de um ambiente fechado, conteúdo simplificado e professores que nunca sequer viajaram para o exterior! Nessa rede social, você conversa e aprende a língua que desejar com verdadeiros nativos. E de graça!

Interessante, não é mesmo? Às vezes ficamos aprisionados nas conversas inexpressivas de algumas redes enquanto na internet há tantas outras que oferecem conteúdo significativo para nossa mente. É só questão de pesquisar e se encontrar. Compartilhe, curta e inscreva-se em novas redes sociais, mas antes de tudo, não se esqueça que o maior aprendizado e as melhores comunicações acontecem fora do computador.

 

Imagens do banco de dados do freeimages.com

Links:

  • http://www.freeimages.com/photo/1254522
  • http://www.freeimages.com/photo/1021286

Mac x Windows x Linux: qual utilizar?

A internet é uma grande rede, como uma teia de aranha, que amarra todos que se prendem a ela. Atualmente, não conseguimos viver sem sua presença, pois ela conecta a nós, seres humanos, em todos os níveis. Nesse sentido, várias pessoas começam várias discussões, sobre variados assuntos, inclusive a própria informática. Um debate constante entre vários usuários é: qual o melhor sistema operacional?

Sistema Operacional é uma plataforma que utilizamos para utilizar nossos computadores. Ele é responsável por gerenciar todo o sistema, criando uma interface entre o usuário e computador. As mais conhecidas (e polêmicas) são o Mac OS X, Windows e Linux.

Mac x Windows x Linux - qual utilizar

O Mac OS X é um software que permite maior personalização. Em sua área de trabalho, por exemplo, é possível reorganizar as pastas em quaisquer posições, alterar ícones (para que tenham a aparência que o usuário desejar) e até mesmo os nomes dos arquivos, incluindo caracteres especiais como (!*/?>). Para desinstalar programas é só enviá-los a lixeira, e para instalá-los, basta colocá-los em uma pasta denominada “System Folder”. É uma das plataformas mais seguras, oferecendo detalhes de programas e permissões de uso para o usuário. Ademais, foi pioneira na integração, compartilhamento e sincronia: todos seus dispositivos, como iPad, iPhone, iPod e Macbook se integram. Contudo, não é possível utilizar o Mac OS X sem um computador da Apple, e os preços destes (e acessórios como magic mouse e magic trackpad) são caros e pouco acessíveis no Brasil.

O Windows é um dos principais rivais do Mac OS X. No Brasil, é um dos softwares mais populares, pois não é necessário um computador específico para utilizá-lo. Atualmente, é possível comprar uma máquina (como Samsung, Toshiba, Sony, etc.) com o Windows já incluso. Por isso, torna-se mais acessível. É uma plataforma de fácil aprendizado, sendo muito intuitiva. Há uma maior gama de programas e aplicativos para ele do que para os outros. Porém sua segurança é falha, e há milhares de vírus para computadores.

O Linux é um software livre em vários sentidos. Primeiramente, ele é gratuito. É possível instalá-lo em qualquer computador e criar cópias de suas plataformas. Ademais, tem o código-fonte aberto, ou seja, o Linux se torna adaptável aos objetivos do usuário, que pode alterá-lo e modificá-lo.  Ele conta com uma comunidade enorme de programadores ao redor do mundo para corrigir os chamados “bugs” (problemas/ erros), tornando seu desenvolvimento e crescimento cada vez mais rápidos. É também totalmente personalizável. Contudo os programas desenvolvidos para seu uso são muito restritos e a instalação deles complicada.

Ainda tem suas dúvidas sobre qual é o melhor para utilizar? Cada pessoa tem seus objetivos e suas limitações, portanto, escolha conscientemente. Pesquise bastante. E não deixe de conferir o nosso último artigo, no qual abordamos também este assunto, porém de uma forma mais criativa!

 

Imagens do banco de dados do freeimages.com

Links:

  • http://www.freeimages.com/photo/42512

Teclas de Atalho do Windows 8 – Mapa

Fiz um mapa em um imagem para teclas de atalho do Windows 8…

Pois é, achei horrível a nova interface e nunca imaginei que diria isso, mas: que saudade do Windows XP! O Windows 7 já me irritava com suas mudanças escondendo quase tudo. A impressão que me dá é que o Windows 8 terminou o que o Seven começou… Escondeu o resto!

tecla start do windowsPara me ajudar, montei um “mapinha” com atalhos a partir da tecla WIN (aquela tecla com o logotipo “Windows” que costuma ficar entre a tecla Alt e a tecla Fn, à esquerda da barra de espaço). A Tecla Windows, também conhecida como tecla START (por levar a tela inicial) ou ainda como WinKey, é mencionada pela Microsoft como “tecla do logotipo Windows”. Mas este nome é muito grande, então chamaremos ela de tecla START ou de tecla WIN. Mas, voltando ao assunto: com a tecla WIN posso fazer quase tudo de forma rápida… Principalmente para alternar entre desktop e área de aplicativos. A tecla WIN, por exemplo, permite, em conjunto com as teclas 1, 2, 3, etc. chamar os programas que estão na barra de tarefas (primeiro programa, segundo programa, etc.).

barra de tarefas

Eu, na minha máquina, tenho o Internet Explorer como primeiro programa na barra de tarefas, o Explorador de Arquivos como segundo, o terceiro é a Galeria de Fotos e o Movie Maker está na quarta posição. Se eu pressionar a tecla WIN com a tecla 4, irei abrir o Movie Maker. Observação: pressionando a tecla WIN sozinha, ele chama os aplicativos da tela inicial (INICIAR)… Isto é muito útil para mim!

Uso essa imagem com os atalhos como tela de fundo do meu desktop… Eis o mapa de atalhos:

atalhos windows 8Uso essa imagem com os atalhos como tela de fundo do meu desktop…

 A tecla WIN + i, outro exemplo que é muito útil, abre as configurações (Painel de Controle, Personalização, Informações do PC, etc.). Já a combinação de WIN mais alguma das setas de navegação (esquerda, direita, etc.) permite alterar a janela atual. Se a janela estiver maximizada, WIN + tecla para baixo irá fazer com que ela mude de tamanho para o tamanho normal. Se ela já estiver no tamanho normal, será minimizada. WIN + tecla para cima, numa janela de tamanho normal, a maximizará. Em combinação com teclas esquerda e direita, ela preencherá metade da tela da esquerda ou da direita, respectivamente, algo muito útil quando tenho duas janelas que devem ficar lado a lado.

Bom… Se quiser fazer o mesmo que eu, deixar esta imagem como tela de fundo do seu desktop (até decorar os atalhos) faça assim:

1) Salve a imagem Dicas Windows 8 – Tecla START: com o cursor sobre a minha imagem com os atalhos, pressione o botão direito do mouse e escolha a opção salvar imagem como (no Internet Explorer, no Chrome ou em outro navegador) escolhendo alguma pasta de seu computador (lembre onde está salvando);

2) Depois, com o cursor sobre alguma parte sem ícones de seu desktop (área de trabalho), selecione a opção Personalizar (ou, se preferir a utilizar os novos atalhos, use WIN + i e escolha a opção Personalização):

Clipboard01

3) Clique com o mouse em Tela de Fundo da Área de Trabalho:

Clipboard02

 4) Clique no botão Procurar…

Clipboard03

5) Procure a pasta onde você salvou a minha imagem de atalhos e clique em OK:

Clipboard04

6)  Uma janela com todas as imagens contidas na pasta irá surgir, procure e clique na minha imagem salva anteriormente, selecione a opção Centro (em Posição da imagem) e depois clique no botão Salvar alterações:

Clipboard06

Se tudo der certo, você terá na tela de fundo um mapa com os atalhos que eu criei. Bom trabalho!

Clipboard07

 

Como resolver o problema “quantos triângulos há nesta figura?”

Tenho visto coisas…

triâng

Quantos triângulos há nesta imagem?

Gente maluca que não sabe contar direito! Explico: nesses quebra-cabeças do tipo “quantos triângulos há na figura” que abundam nas redes sociais, as pessoas aparecem com as respostas mais estapafúrdias possíveis, pois têm dificuldade de:
(a) identificar triângulos (ou outra figura geométrica) quando formado por outros triângulos,
(b) visualizar o que já foi contado antes, contabilizando o mesmo triângulo mais de uma vez e
(c) conseguir explicar como chegou ao número de triângulos que diz ter certeza ser o certo.
Bom, então como estas questões às vezes aparecem em concursos, na seção denominada (ridiculamente) de “raciocínio lógico”, resolvi elaborar um método, um sistema que permita não só as pessoas contarem corretamente o número de triângulos (ou quadrados ou retângulos, etc.) corretamente como, também, mostrar e convencer outras pessoas de que sua resposta é a única e certa possível (se você ganhar alguma aposta após usar o meu sistema, por favor, envie 20% dos ganhos pra mim).
Vamos começar com um bem simples: quantos triângulos você vê na figura 01, abaixo?

Figura 01

Figura 01

Por favor, não me decepcione… Só há um triângulo!
Por que eu sei isso? Por que a definição de um triângulo é algo do tipo “figura geométrica com três lados” (onde lado quer dizer uma linha reta, ou seja: não é um triângulo a imagem da figura 02)

Figura 02

Figura 02 – isto não é um triângulo

(Foi apenas uma sobra da pizza que comi outro dia, não é um triângulo)

Vamos começar com algumas definições, pra ajudar: três retas (segmentos de reta, pra ser mais preciso) formam um triângulo (exceto se forem paralelas ou coincidentes), a interseção de 3 retas num plano determinam três pontos, que na figura 03 eu dei os nomes de A, B e C e que chamam-se “vértices”.

triângulo02

Figura 03

 

Segmentos de retas unindo estes três pontos, formam o triângulo da figura 04.
Agora algo MUITO IMPORTANTE: se eu contar 3 vértices em ordem diferente, isto não forma um novo triângulo. Os vértices A, B e C, nesta ordem, formam um único triângulo, independente de eu começar a relacionar os vértices em ordem contrária (A, depois C e depois B) ou se eu começar a contar a partir de outros vértices. ABC, ACB, BAC, BCA, CAB e CBA são as 6 possíveis combinações de vértices, mas todos formam um mesmo triângulo, portanto não devem ser contados como triângulos extras! Para evitar isso, quando tivermos muitos triângulos, usaremos a ordem alfabética das letras que dão nome aos pontos para evitar que contemos duas ou mais vezes o mesmo triângulo.

Figura 04

Figura 04

Outro ponto importante, é que três pontos numa linha reta não formam um triângulo, pois ele teria área de tamanho zero.
Bom, voltemos aos testes: se eu colocar um ponto D no meio do meu primeiro triângulo e traçar retas dos pontos B ao D e do ponto C ao D, ficarei com dois triângulos, certo? Olhe a figura 5.
Observe que se eu combinar, em ordem alfabética, duas das letras (A, B, C ou D), eu só precisarei verificar se as outras letras, em ordem, formam um triângulo. Segundo a matemática, a combinação de 4 elementos 3 a 3 dá 4. Para saber quantas combinações são possíveis a partir de certo número de vértices, veja a postagem http://xek.me/?p=1049.

doistriângulo02

Figura 05

As combinações possíveis para n=4 e p=3 seriam: ABC, ABD, ACD e BCD.
Nesta figura, Começando com A e B, só posso ter as combinações ABC ou ABD, mas somente ABC forma um triângulo, já que não há uma reta entre os pontos A e D. Depois tenho a combinação ACD, que também não forma um triângulo. Eliminando as combinações que agora começam com B, sempre em ordem alfabética, só posso ter BCD como combinação (e este é o nosso segundo triângulo).

Figura 06

Figura 06 – Quantos triângulos você vê?

Vamos tentar o método para um caso mais difícil, veja a figura com 6 pontos, a figura 6. São possíveis um total de 20 combinações, n=6, p=3 e =COMBIN(6,3) dá 20 no sábio Excel.
Tente descobrir quantos triângulos há antes de ver a resposta na figura 7.

respostas

Figura 07

Por fim, o grande problema, o que já caiu em alguns concursos, a pilha de triângulos da figura 8. Quantos triângulos há?
Tente resolver sozinho e depois veja se confere…

quebra-cabeça com triângulos

Figura 08 – Tá difícil?

Então resumindo o método:
1) Crie todas as combinações possíveis de três letras de cada um dos vértices da imagem;
2) Vá descartando as combinações que não formam triângulos por não terem ligações ou por formarem um linha reta.
Ajuda: a resposta do problema da figura 8 passa por verificar as seguintes 455 combinações… Quais delas geram triângulos?

Eis a lista para verificação:
ABC, ABD, ABE, ABF, ABG, ABH, ABI, ABJ, ABK, ABL, ABM, ABN, ABO, ACD, ACE, ACF, ACG, ACH, ACI, ACJ, ACK, ACL, ACM, ACN, ACO, ADE, ADF, ADG, ADH, ADI, ADJ, ADK, ADL, ADM, ADN, ADO, AEF, AEG, AEH, AEI, AEJ, AEK, AEL, AEM, AEN, AEO, AFG, AFH, AFI, AFJ, AFK, AFL, AFM, AFN, AFO, AGH, AGI, AGJ, AGK, AGL, AGM, AGN, AGO, AHI, AHJ, AHK, AHL, AHM, AHN, AHO, AIJ, AIK, AIL, AIM, AIN, AIO, AJK, AJL, AJM, AJN, AJO, AKL, AKM, AKN, AKO, ALM, ALN, ALO, AMN, AMO, ANO, BCD, BCE, BCF, BCG, BCH, BCI, BCJ, BCK, BCL, BCM, BCN, BCO, BDE, BDF, BDG, BDH, BDI, BDJ, BDK, BDL, BDM, BDN, BDO, BEF, BEG, BEH, BEI, BEJ, BEK, BEL, BEM, BEN, BEO, BFG, BFH, BFI, BFJ, BFK, BFL, BFM, BFN, BFO, BGH, BGI, BGJ, BGK, BGL, BGM, BGN, BGO, BHI, BHJ, BHK, BHL, BHM, BHN, BHO, BIJ, BIK, BIL, BIM, BIN, BIO, BJK, BJL, BJM, BJN, BJO, BKL, BKM, BKN, BKO, BLM, BLN, BLO, BMN, BMO, BNO, CDE, CDF, CDG, CDH, CDI, CDJ, CDK, CDL, CDM, CDN, CDO, CEF, CEG, CEH, CEI, CEJ, CEK, CEL, CEM, CEN, CEO, CFG, CFH, CFI, CFJ, CFK, CFL, CFM, CFN, CFO, CGH, CGI, CGJ, CGK, CGL, CGM, CGN, CGO, CHI, CHJ, CHK, CHL, CHM, CHN, CHO, CIJ, CIK, CIL, CIM, CIN, CIO, CJK, CJL, CJM, CJN, CJO, CKL, CKM, CKN, CKO, CLM, CLN, CLO, CMN, CMO, CNO, DEF, DEG, DEH, DEI, DEJ, DEK, DEL, DEM, DEN, DEO, DFG, DFH, DFI, DFJ, DFK, DFL, DFM, DFN, DFO, DGH, DGI, DGJ, DGK, DGL, DGM, DGN, DGO, DHI, DHJ, DHK, DHL, DHM, DHN, DHO, DIJ, DIK, DIL, DIM, DIN, DIO, DJK, DJL, DJM, DJN, DJO, DKL, DKM, DKN, DKO, DLM, DLN, DLO, DMN, DMO, DNO, EFG, EFH, EFI, EFJ, EFK, EFL, EFM, EFN, EFO, EGH, EGI, EGJ, EGK, EGL, EGM, EGN, EGO, EHI, EHJ, EHK, EHL, EHM, EHN, EHO, EIJ, EIK, EIL, EIM, EIN, EIO, EJK, EJL, EJM, EJN, EJO, EKL, EKM, EKN, EKO, ELM, ELN, ELO, EMN, EMO, ENO, FGH, FGI, FGJ, FGK, FGL, FGM, FGN, FGO, FHI, FHJ, FHK, FHL, FHM, FHN, FHO, FIJ, FIK, FIL, FIM, FIN, FIO, FJK, FJL, FJM, FJN, FJO, FKL, FKM, FKN, FKO, FLM, FLN, FLO, FMN, FMO, FNO, GHI, GHJ, GHK, GHL, GHM, GHN, GHO, GIJ, GIK, GIL, GIM, GIN, GIO, GJK, GJL, GJM, GJN, GJO, GKL, GKM, GKN, GKO, GLM, GLN, GLO, GMN, GMO, GNO, HIJ, HIK, HIL, HIM, HIN, HIO, HJK, HJL, HJM, HJN, HJO, HKL, HKM, HKN, HKO, HLM, HLN, HLO, HMN, HMO, HNO, IJK, IJL, IJM, IJN, IJO, IKL, IKM, IKN, IKO, ILM, ILN, ILO, IMN, IMO, INO, JKL, JKM, JKN, JKO, JLM, JLN, JLO, JMN, JMO, JNO, KLM, KLN, KLO, KMN, KMO, KNO, LMN, LMO, LNO, MNO.

Ok, esse método não se mostrou prático para grande número de triângulos, mas podia ser pior, com retângulos ficaria muito mais doido! Pelo menos o sujeito que disser que viu 51 triângulos (que não é a resposta certa) vai poder enumerar os vértices pelo nosso método antes de tentar nos convencer que sabe mais do que a gente…

Resposta:

ABC, ABD, ABE, ABF, ABG, ABH, ABI, ABJ, ABK, ABL, ABM, ABN, ABO, ACD, ACE, ACF, ACG, ACH, ACI, ACJ, ACK, ACL, ACM, ACN, ACO, ADE, ADF, ADG, ADH, ADI, ADJ, ADK, ADL, ADM, ADN, ADO, AEF, AEG, AEH, AEI, AEJ, AEK, AEL, AEM, AEN, AEO, AFG, AFH, AFI, AFJ, AFK, AFL, AFM, AFN, AFO, AGH, AGI, AGJ, AGK, AGL, AGM, AGN, AGO, AHI, AHJ, AHK, AHL, AHM, AHN, AHO, AIJ, AIK, AIL, AIM, AIN, AIO, AJK, AJL, AJM, AJN, AJO, AKL, AKM, AKN, AKO, ALM, ALN, ALO, AMN, AMO, ANO, BCD, BCE, BCF, BCG, BCH, BCI, BCJ, BCK, BCL, BCM, BCN, BCO, BDE, BDF, BDG, BDH, BDI, BDJ, BDK, BDL, BDM, BDN, BDO, BEF, BEG, BEH, BEI, BEJ, BEK, BEL, BEM, BEN, BEO, BFG, BFH, BFI, BFJ, BFK, BFL, BFM, BFN, BFO, BGH, BGI, BGJ, BGK, BGL, BGM, BGN, BGO, BHI, BHJ, BHK, BHL, BHM, BHN, BHO, BIJ, BIK, BIL, BIM, BIN, BIO, BJK, BJL, BJM, BJN, BJO, BKL, BKM, BKN, BKO, BLM, BLN, BLO, BMN, BMO, BNO, CDE, CDF, CDG, CDH, CDI, CDJ, CDK, CDL, CDM, CDN, CDO, CEF, CEG, CEH, CEI, CEJ, CEK, CEL, CEM, CEN, CEO, CFG, CFH, CFI, CFJ, CFK, CFL, CFM, CFN, CFO, CGH, CGI, CGJ, CGK, CGL, CGM, CGN, CGO, CHI, CHJ, CHK, CHL, CHM, CHN, CHO, CIJ, CIK, CIL, CIM, CIN, CIO, CJK, CJL, CJM, CJN, CJO, CKL, CKM, CKN, CKO, CLM, CLN, CLO, CMN, CMO, CNO, DEF, DEG, DEH, DEI, DEJ, DEK, DEL, DEM, DEN, DEO, DFG, DFH, DFI, DFJ, DFK, DFL, DFM, DFN, DFO, DGH, DGI, DGJ, DGK, DGL, DGM, DGN, DGO, DHI, DHJ, DHK, DHL, DHM, DHN, DHO, DIJ, DIK, DIL, DIM, DIN, DIO, DJK, DJL, DJM, DJN, DJO, DKL, DKM, DKN, DKO, DLM, DLN, DLO, DMN, DMO, DNO, EFG, EFH, EFI, EFJ, EFK, EFL, EFM, EFN, EFO, EGH, EGI, EGJ, EGK, EGL, EGM, EGN, EGO, EHI, EHJ, EHK, EHL, EHM, EHN, EHO, EIJ, EIK, EIL, EIM, EIN, EIO, EJK, EJL, EJM, EJN, EJO, EKL, EKM, EKN, EKO, ELM, ELN, ELO, EMN, EMO, ENO, FGH, FGI, FGJ, FGK, FGL, FGM, FGN, FGO, FHI, FHJ, FHK, FHL, FHM, FHN, FHO, FIJ, FIK, FIL, FIM, FIN, FIO, FJK, FJL, FJM, FJN, FJO, FKL, FKM, FKN, FKO, FLM, FLN, FLO, FMN, FMO, FNO, GHI, GHJ, GHK, GHL, GHM, GHN, GHO, GIJ, GIK, GIL, GIM, GIN, GIO, GJK, GJL, GJM, GJN, GJO, GKL, GKM, GKN, GKO, GLM, GLN, GLO, GMN, GMO, GNO, HIJ, HIK, HIL, HIM, HIN, HIO, HJK, HJL, HJM, HJN, HJO, HKL, HKM, HKN, HKO, HLM, HLN, HLO, HMN, HMO, HNO, IJK, IJL, IJM, IJN, IJO, IKL, IKM, IKN, IKO, ILM, ILN, ILO, IMN, IMO, INO, JKL, JKM, JKN, JKO, JLM, JLN, JLO, JMN, JMO, JNO, KLM, KLN, KLO, KMN, KMO, KNO, LMN, LMO, LNO, MNO.