Horas – Cálculo no Excel

O Excel às vezes é meio chato em algumas coisas, comparado com o LibreOffice, uma delas é o cálculo de horas… Aqui tem uma dica como calcular horas usando o Excel:

http://www.naotemnome.com/fapa/_lista23/_completa.html#16

Essa é dica é boa, caso precisemos de horas fracionárias para cálculo de valores por hora, por exemplo… Caso seja apenas para controle, a diferença entre as células que contém as horas é mais do que suficiente.

 

 

Calcular seno, cosseno, tangente de ângulo em graus no Excel

Uma das coisas que incomodam os estudantes é os exercícios que eles têm de fazer envolvendo trigonometria… E nada mais prático do que usar o Excel ao invés de uma calculadora! Mas tem um probleminha… Como levar o excel a pensar em graus os ângulos que eu estou usando nas células?

Digamos que na célula A2 tenho um ângulo em graus, se eu digitar (na célula ao lado, em B2, por exemplo) =SEN(A2) o Excel interpretará o ângulo como se estivesse em radianos…

O Excel calcula tudo em radianos, como faço para usar graus?

Simples, use a função RADIANOS que transforma qualquer número de graus para radianos (que é o que o Excel necessita nas fórmulas de seno, cosseno e tangente ou outras funções trigonométricas).

escreva:

=SEN(RADIANOS(A2))

ou, de forma geral, =SEN(RADIANOS(_angulo_em_graus_))

O mesmo vale para tangente =TAN(RADIANOS(_angulo_em_graus_)) ou cosseno =COS(RADIANOS(_angulo_em_graus_)), que ficariam:

 =TAN(RADIANOS(A2))

=COS(RADIANOS(A2))

Fácil, né?

Ah, existe como o Excel escrever Pi para a gente ao invés de digitarmos por extenso dígito a dígito… A função =PI( ) (com parênteses sem nada dentro)… Se quiser escrever um ângulo “pi sobre seis”, ao invés de escrever na “mão” na célula C2, apenas digite =PI()/6 e o Excel irá escrever 0,523598776

graus no excel

Por fim, se eu precisar transformar de graus para radianos use a função =GRAUS(_angulo_em_radianos_), por exemplo, se em C2 tenho um ângulo em radianos e quero em D2 o ângulo em graus, escrevo =GRAUS(C2) em D2. Se em C2 eu tiver o número 0,523598776, em D2 surgirá o número 30

graus no excel

 Mas se você está sem uma planilha por perto e está precisando como fazer a conversão “manualmente”? Fácil! Dê uma olhada na minha postagem Conversão entre Graus e Radianos – http://xek.me/?p=1295.

PROCV DUPLO no Excel – sem usar VBA

Uma consulta dupla a um banco de dados, por exemplo, é algo muito comum usando SQL. Esse tipo de necessidade tão comum, está ausente no Excel, pelo menos de um modo simplificado como é o PROCV.

Existem várias soluções para fazer um PROCV duplo, aqui apresento as mais comuns, inclusive algumas delas sem uso do VBA e de criação de macros ou funções.

Vamos supor que tenho estes dados:

Eu quero, a partir de uma data em A13 e de uma informação da segunda coluna (em B13), retornar, se encontradas ambas informações, os números da coluna C.

O truque mais usado é inserir uma coluna extra e concatenar duas ou mais colunas em uma terceira coluna usando o & (e comercial), por exemplo, se os dados estão na colunas A e B, usa-se na coluna C (ou outra qualquer, que pode ficar oculta) =A1&B1 e copiando-se (arrastando) a fórmula para baixo, tem-se os dados transformados em texto e podem antão ser usados normalmente em um PROCV comum:

procvduploconcatena

Aí você concatena os seus dados para fazer a busca, por exemplo:

=PROCV(A13 & B13; C1:D10 ; 2 ; FALSO)

Neste caso os dados que estavam na coluna C foram deslocados para a coluna D e é o que será mostrado na busca.
Observação: datas são armazenadas internamente no Excel como números inteiros, por isso 1/1/2001 e a letra a se transformaram em 36892a na célula C1.

Existe outra maneira, implementando um verdadeiro PROCV DUPLO, aí usa-se a possibilidade de criação de funções pelo VBA do Excel, mas a questão é que sempre será necessário habilitar macros e/ou lembrar de enviar a função criada para quando precisar usar ela. Um exemplo de PROCV TRIPLO existe aqui (em inglês):
http://www.automateexcel.com/2008/10/04/vba-udf-to-perform-a-3-parameter-vlookup/

Uma terceira maneira usa ÍNDICE e CORRESP (para simular o PROCV) e a concatenação, além de fórmula matricial do Excel, há uma explicação sobre como fazer isso em:
http://fabiojoaquim.wordpress.com/2010/11/08/microsoft-excel-procurando-com-2-condicoes/

Para quem não quer criar uma coluna extra e nem quer implementar uma nova função no Excel, existe a opção de usar a função SOMARPRODUTO:

=SOMARPRODUTO(- -(A1:A10=A13);- -(B1:B10=B13); C1:C10)

A função acima funcionará tal e qual um PROCV duplo…

Por último, é possível usar a função BDEXTRAIR, desde que haja títulos nas colunas de nossos dados:

A função fica:

=BDEXTRAIR(A1:C11;”resposta”;A13:B14)

Bom, agora é só escolher a solução preferida!

Contando caracteres no Excel – sem contar os espaços

Quero contar quantas letras tem dentro de uma célula Excel… Além da função NÚM.CARACT, que conta todos os caracteres (incluindo os espaços em branco), existem outras?

Às vezes a função NÚM.CARACT(“texto”) não é exatamente o que precisamos, pois contabiliza também os espaços em branco. O que fazer?

Simples, uses a função SUBSTITUIR() com os argumentos “texto original”, seguido de espaço em branco (entre aspas) e por abre e fecha aspas (sem nada dentro). Isso retirará todos os espaços do “texto original”. Combine tudo e terá:

=NÚM.CARACT(SUBSTITUIR(A2;” “;””))

(neste caso em A2 tínhamos o texto original, troque pela célula onde está o seu texto).

planilha excel com a fórmula NÚM.CARACT

Observe que precisa ter um espaço entre as aspas do segundo argumento e nenhum entre aspas no terceiro argumento ou o truque não funcionará!

Cálculo de Desvio Padrão – Funções Estatísticas no Excel 2010

Funções Estatísticas no Excel – para explicações e exemplos de funções estatísticas veja: http://naotemnome.com/fapa/_lista16/_completa.html#7

Na planilha abaixo, suponha que calculei no EXCEL, na célula B11 a variância de notas da Nota 1 (de B5 até B9) com a fórmula  =VARA(B5:B9)

Excel 2003

Sabendo que a variância calculada na questão anterior utiliza a seguinte fórmula matemática:fórmula variância Excel

e que quero calcular para o mesmo intervalo de notas da Nota 1 (de B5 a B9) a seguinte fórmula matemática:fórmula matemática

Descreva todos os passos necessário para calcular no EXCEL a fórmula acima no intervalo desejado.

Uma possibilidade é tirar a raiz quadrada da variância, já calculada na célula B11:

1) selecione a celula B12.

2) Coloque o sinal de igual;

3) Escreva a palavra raiz, depois abre parêntese, escreva B11 (que é onde está o resultado da variância), depois feche o parêntese e aperte enter

Ou seja, você terá escrito:

=RAIZ(B11)

A outra possibilidade é utilizar as fórmulas de desvio padrão do Excel (DESVPADA ou DESVPADP), escreva, na célula B12 :

=DESVPADA(B5:B9)

e o Excel calculará o desvio padrão da amostra (o “A” final, em DESVPADA é de amostra, DESVPADP calcula para dados de uma população inteira)

Para explicações e exemplos de outras funções estatísticas: http://naotemnome.com/fapa/_lista16/_completa.html#7

Link de vídeo com explicação detalhada: http://vimeo.com/41741118

Diagrama de Árvores no Office 2010

No Office 2010, o número de opções para construção de diagramas é muito maior, mas não existe um diagrama de árvores. Vamos novamente usar outro diagrama para criar a nossa árvore:

1) procure no menu INSERIR na seção ILUSTRAÇÕES pelo ícone SmartArt…

SmartArt

2) Na janela que abre procure pela opção HIERARQUIA, é uma seção para criação de organogramas, mas tem uma opção chamada HIERARQUIA:

HierarquiaHierarquia é com retângulos, mas pode usar HIERARQUIA COM IMAGENS EM CÍRCULOS se preferir, ao lado. Clique no botão OK.

Uma árvore pré-construída é adicionada ao documento, agora basta editar os textos no interior dos retângulos ou na janela à esquerda, onde se lê “texto”.

3) para formatar suas formas: caso não esteja na guia Ferramentas de SmartArt, clique nela:Opções

4) Agora será possível mexer na formatação dos retângulos. Use as opções do menu para fazer as modificações que quiser (layout, cores ou estilos):opções de formatação5) Caso precise adicionar novos retângulos, selecione o retângulo de onde a nova forma será conectada e use a opção adicionar formas no Menu: .Inserir Formas

E pronto! Vá construindo sua árvore do jeito que achar melhor!

Para ver como fazer o mesmo no Excel 2003, olhe a postagem anterior: http://xek.me/?p=694