Idosos e internet: um ponto de partida

Um ponto de partida para as antigas gerações

Como já foi dito em um dos artigos anteriores “Internet: uma vida num alcance!”, os proveitos que a internet nos proporciona são imensos. Contudo, uma pequena parte da população não soube se adaptar bem às novas tecnologias, e não só ficou para trás em termos de aprendizado, mas se distanciou do mundo, ficando excluída socialmente. E qual é esta parcela de pessoas? Os nossos avôs e avós.

Por que os idosos devem utilizar a internet?

A terceira geração é um público que somente agora, depois de 25 anos do advento da internet, vem ganhando seu espaço. E com justa causa. Para os idosos, os benefícios provenientes da uso da internet são vários, como manutenção da saúde mental, estímulo das comunicações pessoais e diminuição da exclusão social e isolamento.

Além disso, a internet é um mundo de novas possibilidades. Por meio dela, os idosos podem:

  • Manterem-se atualizados, buscando as últimas notícias sobre os acontecimentos ao redor do mundo.
  • Conhecer novas pessoas, e conversar com os já conhecidos e parentes por meio de salas de bate-papo e Skype.
  • Buscar novas receitas culinárias.
  • Jogar jogos virtuais e assistir aos seriados como forma de entretenimento.
  • Inclusive, podem namorar! Afinal, ninguém é velho demais para viver.

Todos estes fatores atuam no desenvolvimento pessoal de cada um deles, aumentando a autoestima e proporcionando bem-estar para os anciões.

Dicas de aprendizado

Apesar das diversas vantagens, um grande e aparente problema é a acessibilidade. Muitos idosos ainda não sabem como utilizar um computador, e se tornam frustrados e desmotivados a continuar tentando. Isso definitivamente não pode acontecer. Aqui vão algumas dicas para ajudar você, vovô ou vovó, ou vocês, filhos e netos, que querem tornar a velhice de seus avós muito mais proveitosa:

  1. Cursos de computação são ótimas alternativas para ajuda-los a desenvolver no ramo virtual.
  2. É essencial não ter medo de cometer erros, e, sempre que tiver alguma dúvida, esclarecê-la. Não fique aprisionado a estereótipos e orgulho.
  3. É possível também que queira aprender por conta própria, e isso é ótimo, desde que não fique nervoso (a). Tente, procure, ache, brinque, mesmo que ocorram erros com a máquina. É só ter calma e paciência.
  4. Criar perfis em redes sociais e contas de e-mail são excelentes maneiras de começar a se enturmar. Além disso, você pode aprender ainda mais sobre informática se comunicando pela internet, pesquisando em blogs e sites como o xek.me. Fica a dica!

Quando o intuito é aprender a todo o custo, dá-se um jeito. E não há nada melhor que a internet para ensinar. Internet, um grande professor (talvez esse devesse ser o título!). Afinal conhecimento sem entretenimento é furada!

 

Imagens do banco de dados do freeimages.com

Links:

  • http://www.freeimages.com/photo/1207153

Internet: uma vida num alcance!

http://www.legendswebdesign.com

Há apenas 25 anos, a população entrou em um novo estado de euforia. Apesar do desenvolvimento gradual, a internet entrou no coração mundial para ficar. No início, era simples. Você ouvia às rádios do mundo todo, lia as notícias de primeira mão, antes mesmo de passarem no jornal da noite, e participava de bate-papos virtuais. O que começou com um pequeno círculo de atividades transformou-se em uma imensa rede de comunicação, a qual nos tornamos totalmente dependentes.

O advento da internet propiciou “cachoeiras” de novas experiências. O que você busca, você acha. São receitas, músicas, filmes, livros e muito mais. É possível aprender novas línguas, conhecer novas pessoas, observar as mais lindas paisagens do fim do mundo. Coisas que você não faria não fosse a internet. Não é à toa que somos conhecidos com a “Era da Informação”.Internet - uma vida num alcance! 1

Antigamente, você só tinha à sua cidade. Para realizar trabalhos de escola, ou pesquisas científicas, deveria ir a Biblioteca Municipal. Como diversão, crianças jogavam amarelinha, bola-de-gude, peão, cinco-marias, etc. Televisão era a febre da época, e famílias se reuniam para assistir às novelas e telejornais. Seu mundo era sua cidade. Hoje, seu mundo é simplesmente todo o mundo.

O conhecimento é raro, pois o aprofundamento se perdeu. As informações são jogadas ao vento da internet. Por exemplo: se pesquisar uma receita, como panettone (Hum! Delícias de Natal), você encontrará milhares. Como saber qual é a melhor? Qual vai dar certo? Qual tem uma origem confiável? Impossível. Isso, para qualquer tipo de informação. A mesma pesquisa tem fontes diferentes, e consequentemente, informações diferentes. É difícil filtrar as relevantes das inúteis.

Mas isso, é apenas um preço mínimo a se pagar. Imagine quantas músicas você deixaria de ouvir, quantos países deixaria de conhecer, quantos livros deixaria de ler. São inimagináveis a quantidade de opções que a internet nos oferece.

Contudo, é preciso moderação. Tudo em excesso traz um mal ao organismo, e o mesmo ocorre com a overdose de internet. As pessoas se privam da “vida real” e deixam para trás as comunicações extra virtuais, como um abraço, aquele sorriso ou um beijo caloroso! A vida é só uma, e devemos aproveitá-la ao máximo.

 

Imagens do banco de dados do freeimages.com

Links:

  • http://www.freeimages.com/photo/1402247
  • http://www.freeimages.com/photo/1290864

As 5 redes sociais mais úteis

As 5 redes sociais mais úteis

O mundo é movido por comunicação. Eu converso para comprar pão, para alugar um imóvel, para ganhar meu sustento. Eu dialogo com crianças, jovens e adultos. E hoje, com a internet, comunico-me com pessoas de todo o mundo. A solidão não existe. O mundo está conectado. E isso, graças às redes sociais.

As redes sociais são o novo vício mundial. Podemos citar as mais famosas, como Facebook, Instagram e Twitter. São lugares virtuais nos quais você escreve o seu perfil e adiciona aos seus contatos aqueles amigos distantes. É possível também conhecer novas pessoas, participar de grupos e expressar os seus sentimentos. Contudo, nem todas têm uma utilidade aparente. Neste sentido, selecionamos uma pequena lista de redes sociais diferenciadas, que oferecem um “algo a mais” para a sua vida. São elas:

1-   Skoob – É uma rede social para amantes de livros. É como uma biblioteca, só que virtual. Lá, você adiciona à sua “estante” os livros que já leu, está lendo ou irá ler. Pode também criar resenhas de livros e até debates. Há grupos, nos quais você encontra pessoas que já leram o mesmo livro, ou mesmo os famosos “spoilers” (os malditos fofoqueiros que revelam o final do livro que você está lendo!).

2-   Orangotag – Para aficionados por séries de televisão, essa é a rede social do momento. Por meio dela, você fica por dentro das novidades das suas séries favoritas, fica sabendo quando um novo episódio irá ao ar e pode também cadastrar todas as séries e episódios já assistidos.

3-   Youtube – Com milhões de usuários, é uma ferramenta (e tanto!) no compartilhamento de vídeos. Você pode criar seu próprio canal e postar seus vídeos, que podem até se tornar virais! Além disso, conhece vários outros, aderindo a uma rede imensa de informação. São vários canais com os mais diversos temas, como música, cinema, curiosidades, tutoriais, comédia, etc.

4-   Linkedin – Focado no ambiente profissional, é uma rede social para comunicar-se com possíveis empregadores, empregados, parceiros ou clientes. Você cria seu perfil e adiciona várias pessoas potenciais às suas conexões. Há vários grupos, nos quais você pode até oferecer seu serviço e conseguir emprego. É como se fosse um currículo virtual compartilhado.

5-   Livemocha – Fazer aula de idiomas nunca foi mais fácil. Chega daquelas duas horas por semana de um ambiente fechado, conteúdo simplificado e professores que nunca sequer viajaram para o exterior! Nessa rede social, você conversa e aprende a língua que desejar com verdadeiros nativos. E de graça!

Interessante, não é mesmo? Às vezes ficamos aprisionados nas conversas inexpressivas de algumas redes enquanto na internet há tantas outras que oferecem conteúdo significativo para nossa mente. É só questão de pesquisar e se encontrar. Compartilhe, curta e inscreva-se em novas redes sociais, mas antes de tudo, não se esqueça que o maior aprendizado e as melhores comunicações acontecem fora do computador.

 

Imagens do banco de dados do freeimages.com

Links:

  • http://www.freeimages.com/photo/1254522
  • http://www.freeimages.com/photo/1021286

Como Ganhar Dinheiro Com o Seu Facebook!

É isso mesmo: ganhe dinheiro com o seu perfil do Facebook! Tudo de forma legalizada e apoiada pelo Facebook!

Ganhe Dinheiro na Internet

Agora, com o aplicativo TOP SELLER dentro do próprio Facebook, você pode “monetizar” a sua rede social, deixando que o aplicativo publique periodicamente ofertas em seu perfil. Se alguém comprar alguma coisa, você ganha uma percentagem!

Como funciona?

Se você já tem um perfil e tem bastante amigos ou seguidores, é simples: existe um tutorial em http://apps.facebook.com/top-seller/

Resumindo, o que você precisa fazer é se inscrever (gratuitamente) no programa Lomadee (http://br.lomadee.com/) e se tornar um publicador (termo que eles usam para designar a pessoa afiliada ao programa). O Lomadee foi criado para blogueiros ou pessoas com páginas na Internet com um bom número de visitantes, mas agora está aberto a pessoas com presença nas redes sociais tais como o Facebook.

Após inscrito, você aciona o programa Top Seller e configura de quanto em quanto tempo pretende exibir as ofertas (de ofertas a várias vezes por dia a ofertas a cada 3 dias, por exemplo). Se fizer muita propaganda as pessoas podem não gostar e parar de assinar os seus posts, mas se fizer as propagandas aparecerem só de vez em quando, o número de vendas poderá ser baixo… Por enquanto ninguém sabe qual é a frequência ideal, está tudo ainda muito no início…

Claro que quanto maior o número de amigos, maiores são as chances de venda, o ideal é ter acima de 500 amigos, até porque é preciso acumular um certo valor em comissões de vendas para poder retirar o dinheiro recebido, e, com poucas vendas, isso pode demorar bastante…

Particularmente acho que não há nada a se perder, é tudo grátis, mas para obter ganhos é preciso ter amigos interessados em compras… Com poucos amigos, as chances são pequenas, então está na hora de ter muitas amizades e… Boas vendas!

Twitter: Testes sugerem que endereços de IP são discriminados

Ao fazer testes com o programa TOR que permite disfarçar o número de IP e enganar as páginas visitadas, parecendo que são de outras localidades, descobriu-se que o Twitter fica mais rápido e sem erros.
Quando o IP é da Alemanha ou dos Estados Unidos, o twitter não dá erros ao publicar as postagens, mas se é do Brasil, República Tcheca ou Romênia, os mesmos erros se repetem para uma determinada conta do Twitter…
Isso é, no mínimo, discriminação de IPs!

Visite minha página: www.naotemnome.com