Programas de computador e o desenvolvimento no cinema, música e literatura

Programas de computador e o desenvolvimento no cinema, música e literatura

O desenvolvimento tecnológico proporcionou uma mudança drástica nos ramos de entretenimento. As TVs antes eram de tubo, sem cores; hoje são plasma, 3D. Os discos eram Vinil, ouvidos na vitrola; hoje são apenas arquivos .mp3, simplesmente colocados em aparelhos portáteis. Os livros eram escritos à mão, ou, para os mais ricos, por meio de máquinas de escrever; hoje, são escritos através de computadores e notebooks.

O computador se tornou um grande aliado neste sentido, trazendo à tona a produção de programas cada vez mais potentes na produção e edição de materiais audiovisuais. Você tem curiosidade de saber quais os principais softwares utilizados nesta indústria? Confira logo abaixo.

Os principais programas de computadores utilizados pela indústria cinematográfica

  • Autodesk 3DS MAX: trata-se de um software voltado à modelagem, animação, simulação e renderização de gráficos para cinema e jogos.
  • Adobe After Effects: é um software com foco em animações e efeitos visuais cinematográficos.
  • Adobe Photoshop: caracteriza-se por ser um programa de edição e composição de imagens.
  • Adobe Premiere: um programa de produção e edição de vídeos.
  • Final Cut Pro: assim como o Adobe Premiere, é um editor de vídeos, porém, possui suas diferenças quanto aos recursos.

Os principais programas de computadores utilizados por produtoras e gravadoras de CD

  • Ableton Live: é um software de produção musical focado no som ao vivo.
  • FL Studio, Cubase e Reason: são softwares de produção de música, envolvendo todos os processos, como captação, mixagem e masterização.

Os principais programas de computadores utilizados pelos redatores

  • Microsoft Word, Scrivener, Z-Write e LaTeX: todos são softwares voltados ao processamento, criação e edição de conteúdo literário. O que diferencia cada um deles são os recursos, a acessibilidade e o design.

As tecnologias vindouras

  • Impressoras 3D para alimentos e órgãos humanos: impressoras 3D já existem há 30 anos, e desenvolveram-se tecnologicamente de forma a criar objetos de proporções gigantescas, como casas e carros. As próximas pesquisas tomam o rumo genético e alimentício, com base num futuro próspero.
  • Internet de rede interplanetária: parece bem distante não é mesmo? Uma internet de alcance entre planetas, sem cair a conexão… Será? Se analisarmos bem, podemos observar que a internet teve um avanço muito rápido, tornando-se 170 mil vezes melhor do que 1990.
  • Sistemas de reconhecimento: com o desenvolvimento tecnológico, a nossa segurança ficou exposta. O reconhecimento por meio de retina, voz e face seria um grande avanço em termos de proteção.

E aí? Você trabalha em algum desses ramos hollywoodianos? Já sabia quais eram os principais programas utilizados pelas indústrias do cinema, áudio e redação? Imagina quais são os próximos adventos tecnológicos para facilitar nossa vida? Dê a sua opinião nos comentários!

 

Imagens do banco de dados do freeimages.com

Links:

  • http://www.freeimages.com/photo/1237883

Internet: uma vida num alcance!

http://www.legendswebdesign.com

Há apenas 25 anos, a população entrou em um novo estado de euforia. Apesar do desenvolvimento gradual, a internet entrou no coração mundial para ficar. No início, era simples. Você ouvia às rádios do mundo todo, lia as notícias de primeira mão, antes mesmo de passarem no jornal da noite, e participava de bate-papos virtuais. O que começou com um pequeno círculo de atividades transformou-se em uma imensa rede de comunicação, a qual nos tornamos totalmente dependentes.

O advento da internet propiciou “cachoeiras” de novas experiências. O que você busca, você acha. São receitas, músicas, filmes, livros e muito mais. É possível aprender novas línguas, conhecer novas pessoas, observar as mais lindas paisagens do fim do mundo. Coisas que você não faria não fosse a internet. Não é à toa que somos conhecidos com a “Era da Informação”.Internet - uma vida num alcance! 1

Antigamente, você só tinha à sua cidade. Para realizar trabalhos de escola, ou pesquisas científicas, deveria ir a Biblioteca Municipal. Como diversão, crianças jogavam amarelinha, bola-de-gude, peão, cinco-marias, etc. Televisão era a febre da época, e famílias se reuniam para assistir às novelas e telejornais. Seu mundo era sua cidade. Hoje, seu mundo é simplesmente todo o mundo.

O conhecimento é raro, pois o aprofundamento se perdeu. As informações são jogadas ao vento da internet. Por exemplo: se pesquisar uma receita, como panettone (Hum! Delícias de Natal), você encontrará milhares. Como saber qual é a melhor? Qual vai dar certo? Qual tem uma origem confiável? Impossível. Isso, para qualquer tipo de informação. A mesma pesquisa tem fontes diferentes, e consequentemente, informações diferentes. É difícil filtrar as relevantes das inúteis.

Mas isso, é apenas um preço mínimo a se pagar. Imagine quantas músicas você deixaria de ouvir, quantos países deixaria de conhecer, quantos livros deixaria de ler. São inimagináveis a quantidade de opções que a internet nos oferece.

Contudo, é preciso moderação. Tudo em excesso traz um mal ao organismo, e o mesmo ocorre com a overdose de internet. As pessoas se privam da “vida real” e deixam para trás as comunicações extra virtuais, como um abraço, aquele sorriso ou um beijo caloroso! A vida é só uma, e devemos aproveitá-la ao máximo.

 

Imagens do banco de dados do freeimages.com

Links:

  • http://www.freeimages.com/photo/1402247
  • http://www.freeimages.com/photo/1290864